Arquivo do autor:sadmin

Impressão 3D VS Processos de fabrico tradicionais

Com os processos tradicionais de fabrico existem algumas limitações, nomeadamente serem largamente baseados no trabalho feito a mão tendo ao longo dos tempos esses mesmos processos automatizados, de modo que se tornaram complexos e agora requerem bastantes meios informáticos e robóticos, mas sempre baseado nos primórdios dos princípios que eram executados a mão.

Estas tecnologias derivam da subtração de material de um bloco maior ou passam por esta necessidade de modo a obter o produto final por técnica de fundição ou moldagem e isto implica uma serie de limitações em todo o processo de fabrico.

Para muitas aplicações, os processos tradicionais de projeto e produção impõem um grande conjunto de impedimentos, o dispendioso trabalho de ferramentas, suportes, a necessidade de montagem de peças complexas. O processo de subtração de material como por exemplo a maquinação de uma  peça resulta no desperdício de até 90% do material aplicado. Pelo contrário a impressão 3D e um processo de criação do objecto por a adição directa do material camada a camada, de maneiras que podem variar bastante dependendo da tecnologia utilizada.

Com a massificação da impressão 3D, que é uma tecnologia que encoraja e leva a inovação, com uma liberdade no design sem precedentes, e ao mesmo tempo é um processo sem ferramentas faz com que reduza os custos e tempos de produção de um dado componente ou protótipo. Componentes esses que podem ser desenhados especificamente para as aplicações a que se destinam, com geometrias intricadas, e características complexas sem que isso leve a custos extra. A impressão 3D apresentasse também como uma tecnologia com uma boa relação energia/eficiência que pode proporcionar eficiência ambiental quer em termos do processo de produção quer na duração de vida de um produto acabado, conseguido com desenhos mais leves e resistentes.

Nos últimos anos a impressão 3D saiu de trás da cortina da indústria da prototipagem para um processo que é cada vez mais acessível as pequenas empresas e particulares. Devido a entrada de multinacionais no negocio fazendo ganhar escala e viável economicamente, pequenas (e com menos recursos, mas ainda assim)  impressoras 3D podem encontrar-se agora a partir de, diria que neste momento 500€.

Isto abriu esta tecnologia a uma audiência muito mais vasta, assim como a adoção exponencial a continuar a acontecer em todas as frentes, temos cada vez mais, sistemas, materiais, serviços etc.

  1. Inicio deste guia
  2. Impressao 3D comparação com processos tradicionais
  3. Impressão 3D – Básico
  4. Impressão 3D – Começar
  5. Impressão 3D – Materiais
  6. Serviço de impressão 3D e como encomendar